sábado, 20 de março de 2010

Espelhos da Alma…espelhos de nós

Tiram fotografias constantes
que registam a história de uma vida
e se fosse possível imprimi-las
a nossa alma ficaria despida.

Têm cores e formas diferentes,
são mais expressivos ou então apagados.
Os olhos são espelho da Alma
e transmitem os nossos pecados.

Pecados e tudo o que queremos esconder
quando todo um “eu” não pretendemos desvendar
mas olhando para eles quem nos conhece
lê-nos e interpreta o nosso olhar.

São como janelas para o nosso interior
que nem nós próprios conhecemos por inteiro
mas ladrão que por elas conseguir entrar
rouba o nosso estado de espírito verdadeiro.

Arquivam momentos tão nossos
de alegria, dor e os que guardamos em segredo…
por muito que sorriam para o mundo
quem os conseguir ler vê o nosso medo.

Medo e tudo o que de mais fraco temos
e até mesmo as técnicas de defesa.
Para esses que vêem para dentro de nós
passamos a ser uma aprisionável presa.

Não é solução para esconder a alma
fechá-los ou deixar de olhar,
pois mesmo quando os fechamos para dormir
sabemos que teremos que os abrir para acordar.

1 comentário:

  1. Tens toda a razão!!!!É lindo este poema!!!!

    ResponderEliminar